segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008

Ensinamento pras cinzas


Disseram que era importante
saber o nome e sobre nomes
de todos e de tudo

E conhecer o que se sente
E delinear um futuro
(que não nos pertence)

Apontaram o que é pecado
Sugeriram uma trilha
Mas estavam enganados

Eu quero ter coragem
pra dizer a minha filha
que a magia da vida
mais próxima do real,
aprendi dançando marchinhas
numa preciosa paixão de carnaval

Barbara Leite

5 comentários:

Cranmarry disse...

Meu coração foi arrastado na Folia!!

Gigio disse...

querida,
achei quase genial. aliás, a idéia é ótima, mas eu mudaria uma ou outra coisinha no português. veja o que vc acha:

"Disseram que era importante
saber o nome e sobrenomes
de todos e de tudo

E conhecer o que se sente
E delinear um futuro
(que não nos pertence)

Apontaram o que é pecado
e sugeriram uma trilha
Mas estavam enganados

Eu quero ter coragem
pra dizer à minha filha
que a magia da vida
mais próxima do real,
aprendi dançando em marchinhas
numa preciosa paixão de carnaval"

não mudei nada na idéia ou na forma, apenas em acentos ou ligações.

mas é só uma opinião. o poema é ótimo!

Barbara Leite disse...

Giooooo querido!

Muito honrada com sua visita!

Você corrigiu duas coisas que eu vou te explicar: rs

o sobre nome, não é sobrenome! É saber tudo sobre os nomes! Ou seja, vc tem que saber quem é fulano e mais um monte de coisas!
Essa foi minha intenção!

E o "À "
Já me corrigiram lá no bar! Mas estou certa! Professora Liz desempatou a briga, rsrs

Dizer para minha filha
Dizer para a minha filha

No caso eu não usei o artigo! E segundo Liz essa forma é melhor aceita!

Agora ele é genial? kkkkkkkkkkk

Beijos

Marina Franciulli disse...

Auuuuuuuuuuuuuuuuuu

Barbara Leite disse...

hahahahah

Rindo sozinha das minhas loucuras!
Auuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu

Precioso!